sexta-feira, 29 de julho de 2011

O ensino por cá!

Nestes dias não tenho tido aulas porque os meus alunos estudantes estão em exames na escola.

O ensino aqui é um pouco diferente do nosso:
- Até ao 7ª ano é tudo em Tamil, depois podes optar por ter aulas em inglês, consoante a escola que estás a estudar, misto ou apenas tamil;
- No 10ª ano escolhes a tua área que pode ser entre Ciências, Artes, Economia e Estudos sociais. Em Portugal fazemos isso no 9ª ano;
- Exames nacionais são feitos nesse mesmo ano, no 10ª ano a todas as disciplinas;
- Há um 13ª ano que é o último ano, após isso podes ir para a universidade consoante as tuas notas, tal como em Portugal tens que fazer os exames nacionais mas apenas àquelas que são como prova de ingresso para a Universidade.

Todo o ensino é gratuito desde a pré escola até à Universidade, bom não é? Mas ao contrário de Portugal aqui existem poucas universidades, estão espalhadas pela ilha. Só entram para a universidade mesmo os melhores daí haver um esforço maior nesta fase de exames. O que conta mesmo para a média é o último ano e os exames que fazes.

Existem universidades privadas mas essas são caras e só estão nas cidades.

O Sri Lanka tem muitos intercâmbios com faculdades do Reino Unido, Austrália, Malásia, Singapura, etc existem bolsas de estudo mas penso que o acesso a elas é um pouco como acontece em muitos países africanos, quem fica com essas bolsas são os filhos dos membros do governo…

As escolas ainda são separadas, isto é, há a escola dos rapazes e há a escola das raparigas e há várias consoante a religião, os católicos vão para as escolas católicas, os hindus para as Hindús, nesse aspecto não há misturas, só mesmo na universidade.

Outra coisa que tenho que falar é a duração dos testes, nós ainda nos queixamos de estar 2 horas numa sala de aulas, aqui os testes são de 3,4 e até 5 horas e é tudo de escolha múltipla, pelo menos todos os exames que vi dos meus alunos eram.

E assim é o ensino por estas bandas, algumas que concordo como o ensino gratuito e outras que não concordo como a separação de rapazes e raparigas…

Fui!

4 comentários:

Utena disse...

Mas volta =)
Sim o ensino aí é identico a algumas coisas com o Africano...
Beijinho

M.J. disse...

Utena: Eu tenho feito sempre ligação ao que tenho visto aqui e ao que vi em África, o que muda é mesmo a cor das pessoas e a religião porque em ambos os lados noto os mesmos problemas, as mesmas falhas mas também as coisas boas =)
Aqui não há tanta pobreza como lá, também é uma coisa boa!

Di Almeida disse...

Uma dúvida: és professor de quê? :)

M.J. disse...

Di: Sou professor de língua e cultura portuguesa, trabalho junto de 1 comunidade que são os burghers que são descendentes dos europeus e que têm como base um criolo indo-português.
Mas essa não é a minha formação académica, sou de geografia, é parecido =)