terça-feira, 6 de setembro de 2011

A amizade vista pelos 3 porquinhos!

“Quando lemos o conto dos “Três porquinhos” facilmente percebemos a metáfora das três casas que os três porquinhos construíram se aplica a muitos aspectos do que se passa nas nossas vidas.

Se olharmos para as relações que construímos na idade adulta entendemos que muitos se assemelham as casas de Prático, Heitor e Cícero. Não se trata só de relações emocionais, mas também de amizade.

Cada relação que construímos na vida é como uma casa. As de palha são sempre as mais rápidas de construir, que achamos que nos albergam e confortam… mas ao menor sopro e ao menor problema caem por terra.


Destas casas todos nós construímos muitas ao longo da vida, deslumbrados pelo imediatismo com que conquistamos novos amores ou novos amigos.

Das casas de madeira ainda hoje mantemos algumas, mais estáveis, mas igualmente frágeis. Normalmente relações de boa aparência, tipo chalet das montanhas. Mas que sabemos que nem nos realizam nem têm um futuro promissor!

A grande dificuldade é sermos o porquinho prático. Aquele que sempre soube que construir 1 casa de tijolo dava mais trabalho e precisava de muito mais esforço, tempo e dedicação. Para construirmos uma relação temos de ter força e determinação para essa empreitada. Temos de entender que construir algo que resista é o maior desafio das nossas vidas e exige ser construído dia a dia, tijolo a tijolo, lage a lage, prego a prego. É percebermos que o trabalho de construção é desafiador mas mais tarde compensador. Uma relação, bem pensada, bem estruturada e bem desenvolvida é sempre um porto de abrigo, um tecto seguro e um lar confortável… e como fez Prático não nos dá abrigo a nós, mas a todos os que nós amamos! “

Cláudia Lopes in Histórias sem aquele era uma vez

E hoje fico com esta pequena partilha!

E vocês como vêem as vossas amizades?

4 comentários:

FireHead disse...

Eu já tive a minha fase de dúvidas acerca das amizades que eu tenho, mas aprendi que nem sempre as coisas são como nós gostaríamos que elas fossem. Em termos práticos, os verdadeiros amigos são todos aqueles que, não importa quanto tempo possa passar e quão longe possam encontrar-se de nós, se lembram sempre de ti nos momentos especiais.
Entre os amigos existem sempre uns que são mais que os outros e muitas das vezes o tempo de amizade não é necessariamente sinónimo de melhor amizade.
Dizem que os amigos são para as ocasiões, mas acredito que são as próprias ocasiões que fazem os amigos.

Abraço.

Utena disse...

Eu vejo as minhas amizades como aqueles de terra e fogo... que estão lá sempre mas que te dão na cabeça quando é preciso.
Eu sou assim como amiga... não sou de passar a mão na cabeça mas de esticar a mão para levantar quando é preciso ou para lembrar quando se estica a corda e não se deve.
Amigos verdadeiros são aqueles que nos mandam f*d*r mas que sabemos que se for preciso vão connosco sem perguntar porque...
Baci

AC disse...

Tenho poucos amigos...5 no máximo, tenho muitos colegas, muitos conhecidos, gente com quem partilho saídas, férias, ou até viagens, que são boa companhia, divertidos, mas que só servem mesmo para isso...amigos especiais são aqueles que te levam sopa quando estás doente, fazem dezenas de quilómetros para te verem,ou te telefonam assim do nada só porque se aperceberam pelo que escreveste que estás triste e magoada...desses tenho poucos e gostava de ter muitos mais:))

Lutador, beijos**

M.J. disse...

Firehead: gostei das ocasiões fazem os amigos. Eu com o passar do tempo, com as várias trocas de cidade fui vendo quem realmente é amigo e posso dizer que sou 1 sortudo pois tenho algumas amizades para a vida! Este ano quando cheguei a Macau, por exemplo, tive com 1 dos meus melhores amigos de infância e parecia que tínhamos estado juntos 1 dia antes, há coisas dessas, abr
Utena: Amigos são mesmo esses que nos mandam à merda quando tem que ser, prefiro isso do que ter sempre pessoas a concordar comigo, dificilmente estarão sempre de acordo, eu sou 1 pouco do contra!
bjs

AC: Mas não tens daqueles amigos que já não vês há muito tempo e quando se vêem ficam a falar horas e horas?
As amizades não se contam, 1 têm 5, outros 10, eu para ser sincero não sei quantos tenho, sei quem são os meus verdadeiros amigos, isso sei e alguns deles não tenho contacto diário com eles, sei que quando precisar estarão lá, sempre!
Vais ver que com o tempo arranjarás mais amigos basta estares mais atenta =) bjs e obrigado por passares aqui!