sexta-feira, 15 de abril de 2011

Dia 15 de Abril

Porque o dia aqui começa bem cedo, o breakfast é às 8, decidi tirar a manhã para passar as notas para o portátil para quando tiver net publicar no blog. Estou ainda indeciso com o nome do blog, pensei em crónicas envolventes mas no final de ter escrito todas as notas, vi que isto era mais um diário e talvez o nome será diário envolvente, vamos ver se vai dar…

Eu só terei acesso à internet quando estiver o staff o que não é muito bom pois eles só trabalham das 8:30-17 de 2ª a 6ª e sábado de manhã e é só nessa altura que eu posso ir e para eu ir 1 dos computadores fica sem net porque não há wireless… Ficou a promessa de comprarem um cabo e deixarem o cabo cá fora para quando quiser ir à net durante a noite, vamos ver quanto tempo irá chegar esse cabo…

De tarde fui dar uma volta com o Papa DeZilva, o guarda aqui de casa que é burgher e tem 67 anos, fomos na sua motinha e ele mostrou-me tudo que precisava de ver aqui em Batticaloa: forte, centro da cidade, estação de comboios, estação de autocarros, hospital, policia, escolas, igrejas, enfim, tudo, mesmo porreiro. Teria sido um grande dia para tirar fotos mas aqui o Miguel esqueceu-se de carregar a bateria da máquina… Terei tempo para dar mais uma volta, ou muitas mais, e tirarei fotos.

Reparei que preparei mal esta viagem pois esqueci-me de coisas que normalmente não me esqueço, ainda tive sorte que nos últimos dias tive amigos que me ajudaram, como a farmácia a trazer, os livros, as músicas (obrigado). Vou ter que comprar o cabo para a máquina fotográfica, eu pensava que este portátil teria o leitor de cartões mas não tem. Esqueci-me também de outras coisas que o melhor é nem dizer, não quero que algumas pessoas fiquem chateadas comigo.

Não sei o que se passou mas de noite tive uma quebra e as 8:30 já estava no quarto, aproveitei e acabei com o livro “ Afinador de pianos”, um bom livro que aconselho a quem gosta de romances históricos. Decidi que ia parar de ler porque só tenho mais 2 e não sei como é que se arranja cá livros, mesmo em inglês por isso vou deixar os outros 2 de reserva para quando chegar a metade da missão, se entretanto souber que me vão enviar algo eu peço aos meus queridos amigos (olha eu a dar graxa) para enviarem 1, daqueles bem grandes =)

As noites por aqui têm sido bastantes difíceis de passar pois é a altura que está mais quente, é impossível estar no quarto sem a ventoinha ligada, tenho aproveitado para ver também alguns filmes, estou a aproveitar agora porque sei que quando começar as aulas será mais difícil, as minhas aulas serão sempre no final da tarde e depois das aulas o que vou querer é descansar.

2 comentários:

Lita e companhia disse...

Ola mano,...........que bom saber noticias tuas....manda morada que assim que possa envio te um ou dois livros....;)) que saudades , mas acredito que tudo vai correr pelo melhor e vai ser mais uma boa experiencia para tua vida...;))
bem vou aturar os teus sobrinhos , logo continuo a ler com mais calma...;))jinhossssssssss

Miguel Jarimba disse...

Mana não sei como se manda para cá coisas, sei que é possível porque eles trocam correspondência com Portugal mas agora ainda não é preciso. Quando estiver a acabar o último livro aviso =)
beijos grandes e é bom sentir a família presente, estão sempre comigo!